O que vossa posição de dormir diz sobre a vossa relação?

O que diz a tua posição de sono sobre a tua relação? Bem, diz muito, mas, tal como a astrologia, pode valer tanto como os conselhos da tua avó sobre lingerie. A decisão é tua se escolhes ser um crente ou um cético; não te queremos convencer, apenas apresentar-te os fatos tal como são.

Então, o que significa realmente quando ele te toca na perna à noite? Que mensagem é que ela está a enviar quando se muda para a beira da cama por volta da meia-noite? A nossa equipa de super-sono apresenta tudo aqui.

 

 

Colher (“conchinha”)

Uma colher grande, uma colher pequena: são clássicos. Certamente que já ouviste isto antes: uma é a grande e a dominante protetora, a outra é a menor e mais submissa. Embora possam parecer alguns estereótipos, as evidências gerais sugerem que existe um sentimento de confiança na relação e é geralmente adoptado por casais mais recentes, uma vez que é também uma posição de sono altamente íntima.

A evolução natural do Spooning normal é “Loose Spooning” e não se trata de nenhuma situação de flacidez que vem com a idade. Em vez do casal dormir abraçado e apertadinho, há um pequeno espaço entre eles. Apesar de ainda ser uma posição íntima, também transmite que a relação amadureceu e que cada um está confiante o suficiente para não estar (literalmente) a respirar em cima do outro.

E adivinhem mais! Há outro tipo de posição Colher! É verdade, os “Spoon Chasers” são um pouco mais complicados. A colher grande está no meio da cama enquanto a colher pequena está subtilmente a tentar fugir. Parece suspeito, certo? Quem é que aquela colherzinha de chá pensa que é? Bem, pode ser que ele ou ela precise de mais espaço físico, talvez demasiado calor, ou talvez alguém só precise de uma pausa emocional. A colher grande continua a perseguir, por isso provavelmente vão remendar as coisas. Curiosamente, cerca de um quinto dos casais são Spooners.

 

De costas

Os casais que dormem costas com costas enquanto se tocam ao longo da coluna vertebral constituem cerca de 23% dos casais que dormem juntos. O toque subtil ao longo da coluna sugere intimidade, enquanto a posição dos dois corpos semi-afastados implica independência.

Há também um desvio desta posição onde os casais estão costas com costas, sem se tocarem. Isso indica um nível ainda maior de independência e é comum em casais que já passaram por altos e baixos e podem facilmente fazer coisas juntos bem como sozinhos.  Semelhantes ao casal Beyoncé e Jay-Z, que são tão bem sucedidos juntos como separados ( a nível musical, claro!).

 

Entrelaçados

Os casais que dormem entrelaçados são pessoas que têm uma ou mais partes do corpo em contacto com o seu parceiro. Uma dessas posições é quando um parceiro dorme com a cabeça sobre o peito do outro. Esta é uma posição extremamente íntima, de tal forma que estamos um pouco céticos que qualquer um poderia passar a noite inteira sem respirar ou a ressonar no ouvido do parceiro. É bonito e um pensamento bonito, mas não são muitos que optam por esta posição porque, chocante, não é muito confortável!

Alguns casais gostam de dormir todos emaranhados de pernas e braços entrelaçados como se não pudessem ser separados nem por um segundo. Ai, amor jovem… mas vão superar isso. Apenas 2% dos casais dormem assim e pode ser um sinal de uma relação problemática se assim persistir durante muito tempo. Sobre a dependência e acordar com o cabelo na boca nunca é bom sinal.

A nossa sugestão se queres testar a tua relação, entrelaça uma perna e joga como se fosse um jogo. Dependendo de como as pernas se tocam, esta posição pode sugerir diferentes circunstâncias na relação. Se apenas um iniciou, então tal pode sugerir um desejo de conexão e intimidade. Se ambos responderem, o que resultaria em pernas cruzadas, isso significaria uma relação bem equilibrada e unificada.

 

Um pouco mais problemático…

Agora que já cobrimos a maior parte das posições doces, saudáveis e românticas do sono, vamos falar sobre quando isto pode representar problemas na relação.

Os que gostam de dormir de barriga para baixo são conhecidos por esconder as suas posições de não-não-não-não-olhar. Isto pode indicar que o casal não é capaz de ser vulnerável um com o outro e deve provavelmente ter uma conversa antes que as coisas fiquem muito complicadas e a sua coluna vertebral comece a sofrer com esta má posição.

Há também aquela posição em que um da relação gosta de ocupar a cama toda. Esta é uma grande bandeira vermelha para quem tem uma relação de longo prazo, já que normalmente isto indica uma atitude egoísta em relação ao seu parceiro. Pode estabelecer ainda mais a sua autoridade sobre o outro dormindo com a cabeça mais alta ou mais perto da cabeceira do que o seu parceiro.

 

E aí têm, dorminhocos, a nossa análise sobre as posições de sono mais comuns e faladas. Colocamos muito trabalho e dedicação nesta investigação e vigiamos todos estes diferentes tipos de adormecidos. Se estiverem interessados em mais curiosidades, fiquem atentos até ao próximo artigo do blogue.

Deixa um comentário

A nossa newsletter mensal - Sê o primeiro a saber das novidades Emma e recebe descontos exclusivos para ti.