Os melhores filmes sobre o sono

Tenho uma confissão a fazer. Sou um grande espectador de cinema e enquanto somos aconselhados a ficarmos em casa, tenho andado a fazer grandes viagens à Netflix (em vez de fazer viagens ao cinema). Eu sei, não é o passatempo mais original, mas fez-me pensar naqueles filmes que apresentam ideias únicas sobre sono e sonhos. Elaborei uma lista dos meus filmes favoritos sobre o "sono", alguns deles têm abaixo "spoilers", portanto não digas que não foste avisado(a)!

 

1. Um Pesadelo em Elm Street (1984)

Lembro-me de quando era adolescente ficar até tarde na casa de um amigo a ver todos os filmes da série. O primeiro é definitivamente o melhor, mesmo com o Johnny Depp como Glen Lantz. Caso te tenhas esquecido ou não o tenhas visto (pare de ler agora e vai ver!), os protagonistas do filme estão a ser perseguidos nos seus sonhos por um assassino maníaco de nome Freddy Kreuger, que só os pode matar enquanto sonham. A maior parte do enredo gira em torno dos adolescentes que tentam manter-se acordados, mas que acabam por não conseguir resistir. O filme gerou múltiplas sequelas e imortalizou o jingle, “1, 2, Freddy’s coming for you… 3, 4, better shut the door…” (“1,2 O Freddy vem apanhar-te… 3,4,  é melhor fechar a porta”). Muitas vezes ía para a cama com medo que o Freddy me esperasse nos meus sonhos e até quisesse colocar um crucifixo debaixo da minha cama!

 

2. Clube de Combate (1999)

Estou prestes a estragar o final, só para que saibam. Clube de Combate (em ing. “Fight Club”)  é o filme que coloca tanto Brad Pitt como Edward Norton no mapa das estrelas de Hollywood. Ambos dão performances incríveis que absorvem totalmente o espectador no filme. A reviravolta no final do filme é espantosa onde se percebe que o personagem de Brad Pitt e o personagem de Edward Norton são o mesmo. O filme dá a entender esta revelação ao longo do filme, mas de forma muito subtil.  Quando voltares a vê-lo, ficarás surpreendido com a forma como poderias ter perdido esta maravilhosa revelação. A explicação de como estes personagens estão ligados deve-se à insónia. O personagem de Edward Norton mostra-se incrivelmente privado de sono e, como resultado, experimenta episódios de esquizofrenia onde assume a personalidade de um personagem fictício, Tyler Durden, o papel desempenhado por Brad Pitt. Escrevemos recentemente um artigo sobre a privação de sono e alucinações, se estiveres curioso sobre o assunto clica aqui.

 

3. Matrix (1999)

Uau…1999 foi um grande ano para filmes sobre o sono! Acho que este filme não precisa de grande introdução, pois Keanu Reeves fica para sempre imortalizado como Neo graças a este filme. Mais um filme com uma enorme reviravolta no final, o espectador é levado a pensar que tudo está a acontecer na era moderna, quando de facto, tudo o que vemos no início do filme é uma simulação. A população humana da Terra foi colocada em cápsulas adormecidas e as suas mentes colocadas numa simulação em computador. Os humanos acreditam que estão a viver vidas normais quando na realidade, estão a dormir, e a energia dos seus corpos está a ser usada como baterias para robôs sencientes. É uma experiência de destruição da Terra para o espectador, que até certo ponto pensava que o filme era sobre hackers de computador e lutadores de Kung Fu. O filme também faz perguntas existenciais como se preferisse saber a verdade que altera a vida sobre a sua vida ou se preferisse apenas “ficar a dormir”. Também obtemos a clássica analogia “pílula vermelha” ou “pílula azul” deste filme.

 

4. O Despertar da Mente (2004)

Este é dos poucos filmes não cómicos de Jim Carrey e sem dúvida um dos seus melhores filmes. Também é protagonizada por Kate Winslet, que na minha opinião, dá sempre um desempenho maravilhoso. Neste filme, os dois representam um casal que se separou recentemente e decidem ter as memórias da sua relação apagadas das suas mentes. O espectador não tem consciência de que as duas personagens já se conheceram antes, mas acaba por se deixar iludir pelo facto de ambas se lembrarem de elementos uma da outra. As duas estão destinadas a reviver um ciclo de encontro, de ruptura e de eliminação das suas memórias. Depois de apagar as memórias da sua relação, Joel (Jim Carrey) é colocado a dormir com um estranho dispositivo na cabeça que lhe permite testemunhar as memórias a serem apagadas enquanto sonha. O filme explora muitos conceitos sobre a psicologia do estar numa relação e como as memórias, mesmo de uma relação falhada, são importantes. As duas personagens são atraídas uma para a outra independentemente das suas memórias, apesar de acabarem por ser incompatíveis uma com a outra.

 

5. A Origem (2010)

Sou um grande fã de Christopher Nolan, o realizador deste filme, e este é provavelmente o meu filme favorito. Para não mencionar que também é protagonizado por dois dos meus atores favoritos, Leonardo DiCaprio e Ellen Page. Todo o filme é belamente dito com uma cinematografia maravilhosa que nenhum aficionado do cinema deve perder. O enredo do filme gira em torno de sonhos lúcidos e de como certas pessoas podem invadir a mente de outros e desviar a sequência de sonhos para aceder a informações importantes. Se isto não parece suficientemente louco, então não ficarás surpreendido quando o filme entra numa montanha-russa de surpresas com sonhos dentro de sonhos e uma corrida contra o relógio para plantar uma ideia na psique de alguém. Embora o enredo pareça absolutamente ridículo, a história é tão bem contada que te pode convencer de que na realidade existem por aí ninjas de sonho a invadir diariamente as mentes de altos executivos de negócios.

E aí tens, os nossos filmes favoritos na temática do “sono”. Posso recomendar pessoalmente todos estes filmes, uma vez que são adorados tanto por críticos como por espectadores de cinema como eu. Se tiver filhos, aviso-te já que “Um Pesadelo em Elm Street” é provavelmente demasiado assustador e violento para eles. O “Clube de Combate” também tem uma linguagem forte, por isso, fica tem cuidado. O “Matrix” é provavelmente o filme mais familiar do grupo, mas podes dar por ti a responder a muitas perguntas, uma vez que as cenas de ficção científica podem ser desconcertantes especialmente para os jovens espectadores. Partilha connosco quais são os teus filmes favoritos sobre o sono e talvez possamos fazer um artigo de seguimento no futuro!

 

 

Deixa um comentário

A nossa newsletter mensal - Sê o primeiro a saber das novidades Emma e recebe descontos exclusivos para ti.